secretaria@tupinamba.adv.br
55 (21) 2524-7799 / 2533-7137

Sistema de bilhetagem eletrônica de ônibus não serve como meio de controle da jornada 


                         Baixe o áudio
      

 

A Oitava Turma do TST negou recurso em que o Ministério Público do Trabalho pedia que fosse utilizado o sistema de bilhetagem eletrônica para comprovar o excesso de jornada de motoristas e cobradores da Viação Euclásio Ltda., de Belo Horizonte (MG).  O colegiado manteve entendimento quanto à fragilidade das provas, uma vez que os cartões de bilhetagem poderiam ser utilizados por vários motoristas.

 

Ouça os detalhes na reportagem de Michelle Chiappa.