secretaria@tupinamba.adv.br
55 (21) 2524-7799 / 2533-7137

Professora obtém rescisão indireta por atraso no pagamento de salários

Uma professora de São Paulo conseguiu a rescisão indireta do contrato de trabalho após atraso de dois meses no pagamento do salário. Para a Quarta Turma do TST, o atraso configura falta grave, visto que é uma das principais obrigações do empregador.

Entenda o caso com o repórter Daniel Vasques.