secretaria@tupinamba.adv.br
55 (21) 2524-7799 / 2533-7137

Instrutores e autoescolas devem dividir custos de documento exigido pelo Detran

A Sessão de Dissídios Coletivos (SDC) do Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão que determinou que os custos do Cartão e-CPF, documento eletrônico exigido pelo Detran-SP, sejam divididos entre autoescola e instrutores de motos e veículos. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores, o certificado era pago apenas pelos instrutores.

Entenda o caso com o repórter Raphael Oliveira.