secretaria@tupinamba.adv.br
55 (21) 2524-7799 / 2533-7137

Boletim ao vivo | Auxiliar que não sabia que estava grávida ao pedir demissão receberá indenização substitutiva


                         Baixe o áudio
      

 

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou uma empresa a pagar indenização substitutiva decorrente da garantia provisória de emprego a uma auxiliar de serviços gerais que pediu demissão sem saber que estava grávida. Segundo a Turma, ainda que a trabalhadora não tivesse conhecimento da gravidez na época em que solicitou a dispensa, a validade do ato está condicionada à assistência sindical.

 

Ouça os detalhes na reportagem de Michelle Chiappa.