secretaria@tupinamba.adv.br
55 (21) 2524-7799 / 2533-7137

Agente de disciplina celetista não consegue isonomia com agente penitenciário

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) restabeleceu sentença de primeiro grau que havia indeferido o pedido de isonomia salarial de um agente de disciplina que atuava em complexo penitenciário. Veja o caso na reportagem de Luanna Carvalho.

Processo: RR-531-96.2016.5.11.0001

 

Confira outras notícias do Tribunal Superior do Trabalho em: http://www.tst.jus.br